Feserp/MG: 1° de Maio - ‘Nada a comemorar, apenas celebrar a luta’


Através do seu presidente, Cosme Nogueira, a Feserp Minas se posiciona no dia do trabalhador





Durante sua fala, Cosme fala sobre a dura realidade do país, envolto do desemprego, fome, miséria e o fato mais lamentável, a pandemia da Covid-19, tratada com enorme irresponsabilidade pelo Governo Federal na maior parte desses quatorze meses desde o começo da disseminação do vírus, que vitimou e continua vitimando centenas de milhares de brasileiros.


Assista:





​​​​​​​Além disso, a classe trabalhadora se mostra cada vez mais empobrecida e as desigualdades aumentam Brasil à fora.

“Nada a comemorar, apenas celebrar a luta”

A frase emblemática resume o momento, sobretudo ligado ao serviço público brasileiro. Nossa categoria vêm sofrendo ataques incessantes. O principal desses ataques: a Reforma Administrativa. Ela visa retirar direitos dos servidores e mudar integralmente o conceito de sociedade no momento que afeta o poder do Estado, “abrindo portas para a terceirização e para criação de feudos eleitorais”, explica Cosme.

Há um perigo enorme para o começo do fim do serviço público. Por isso, a Feserp Minas celebra o dia trabalhador com o sentimento de luta, em repúdio e protesto sobre a política econômica desenvolvida pelas pessoas que estão a frente do país.

Para terminar, Cosme dá o recado da federação:


“Primeiro de maio: Vacina para Todos! Comida na mesa daqueles que tem fome! Resisitir sempre, se entregar jamais!”


Fonte: Federação Estadual Única, Democrática dos Sindicatos de Servidores, Funcionários Públicos das Câmaras de Vereadores, Fundações, Empresas Públicas, Autarquias e Prefeituras Municipais de Minas Gerais - Feserp/MG
 



URL for news «Feserp/MG: 1° de Maio - ‘Nada a comemorar, apenas celebrar a luta’»   -
«PORTAL DA CSPB»   -