MG: Nota de Repúdio do Sinserpu-JF – Basta de racismo! Toda solidariedade à companheira Zilda

1/03/2024 | 07:07




NOTA DE REPÚDIO

Basta de racismo! Toda solidariedade à companheira Zilda

Nesta terça-feira (27 de fevereiro), uma companheira do Movimento Mulheres em Luta – Juiz de Fora sofreu racismo no Supermercado Bahamas do bairro Santa Luzia: “Passei hoje no mercado Bahamas de Santa Luzia, fiz minhas compras o tempo todo com a mochila nas costas, paguei as compras e sai, quando cheguei na calçada dois seguranças me abordaram para que eu voltasse para ir no escritório para abrir a mochila. Quando eu já estava na porta abrindo a mochila veio outro segurança avisando que era a pessoa errada, que constrangimento sofri”.

Vivemos em uma sociedade em que mulheres negras trabalhadoras são submetidas à humilhações e constrangimentos, fora toda a exploração e opressão que enfrentam diariamente para garantir a própria existência e de suas famílias.

Nossa luta cotidiana é a construção de uma sociedade em que sejamos livres da opressão racista, em que nós mulheres possamos viver com dignidade e respeito!
Nós do Movimento Mulheres em Luta – JF repudiamos o crime cometido pelo Bahamas e nos colocamos ao lado de nossa companheira para prestar qualquer apoio nesse momento!

Assinam:

Movimento Mulheres em Luta-JF
Sinserpu- JF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora)
PSTU



Fonte: Federação Estadual Única, Democrática dos Sindicatos de Servidores, Funcionários Públicos das Câmaras de Vereadores, Fundações, Empresas Públicas, Autarquias e Prefeituras Municipais de Minas Gerais - Feserp/MG



 
.