CSPB celebra retomada de diálogo com o governo federal e reforça suas bandeiras em defesa do serviço público

19/01/2023 | 08:47



Após 6 anos sem dialogo com o Planalto, entidades sindicais reafirmam defesa da democracia e apresentam suas reivindicações ao governo federal.

 
Dirigentes da CSPB participaram do histórico encontro com o presidente Lula no Palácio do Planalto


Nesta quarta-feira (18/01/2023) dirigentes da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB participaram da primeira reunião com o presidente Lula e parte de sua equipe ministerial. Após 6 longos anos sem diálogo com o Planalto, entidades sindicais reafirmaram posicionamento firme em defesa da democracia e apresentaram suas principais reivindicações ao governo federal. O presidente da CSPB, João Domingos Gomes dos Santos, vê com bons olhos essa retomada de diálogo e grava vídeo com avaliações e apontamentos sobre os novos rumos e perspectivas do movimento sindical.
                                                
“Essa foi uma reunião histórica. Após 6 anos de rompimento de diálogo à partir do golpe que resultou na posse de Michel Temer, categorias do setor público e privado amargaram sucessivas retiradas de direitos trabalhistas e sociais, desmonte resultante de um conluio político cuja agenda visava a destruição do estado de bem-estar social idealizado na nossa Constituição Federal. As entidades sindicais nacionais, de maneira unânime, reafirmaram a defesa da democracia e de suas instituições. O sindicalismo brasileiro compreende que esses pilares civilizatórios são indispensáveis para a retomada da ordem democrática e institucional. A entidades sindicais também repudiaram veementemente as tentativas de ruptura permeadas por um terrorismo violento e intolerável. Elas cobram uma dura resposta do estado brasileiro, e seguem adversárias a qualquer movimento de anistia que possa resultar na impunidade dos adversários da democracia e da civilidade”, informou o presidente da CSPB que gravou um vídeo com a análise da entidade sobre a histórica reunião.
 
 
Assista à análise completa do presidente da CSPB sobre o histórico encontro no Palácio do Planalto:

 



A Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST, central sindical da qual a CSPB é filiada, apresentou suas bandeiras históricas na ocasião do encontro. A entidade também comemorou a retomada de dialogo com o governo federal.

 
Presidente interino da NCST, Moacyr Roberto Tesch Auersvald, discursou e defendeu bandeiras históricas da entidade no encontro com o presidente Lula



Clique AQUI e leia a integra do discurso do presidente interino da NCST, Moacyr Roberto Tesch Auersvald.
 
 

Abaixo algumas das principais reivindicações apresentadas a Lula:
 
 
- Fortalecimento do Ministério do Trabalho e Emprego

- Negociação coletiva para regulação das relações de trabalho

- Atualização da estrutura sindical

- Regulamentação das leis trabalhistas, previdenciárias e sindicais

- Políticas para trabalhadores em aplicativos/plataformas

- Retomada da política de valorização do salário mínimo

- Direito de negociação coletiva do setor público

- Igualdade entre homens/mulheres, brancos/pretos

- Reforma tributária “solidária”

- Gestão paritária do Sistema S

- Fortalecimento da agricultura familiar

- Plano de formação e qualificação profissional


 
 
Clique AQUI e veja mais fotos da participação dos dirigentes da CSPB no encontro com Lula
 
 
Saiba mais: CSPB repudia veementemente atos terroristas em Brasília



Assista como foi a reunião de Lula com as centrais sindicais:

 


 
 

 
Secom/CSPB com informações da Rede Brasil Atual

 
.