CSPB e Fenajud alinham estratégias de atuação conjunta pelo resgate dos direitos subtraídos nos governos ultraliberais

29/09/2022 | 07:42



Com a possibilidade concreta de uma nova conjuntura política, em um período em que os espaços de poder já começam a serem disputados, as entidades se organizam para fortalecer seus mecanismos de intervenção em prol dos serviços públicos e da justiça social, pilares do bem-estar coletivo violentamente atacados após o golpe de 2016





Nesta quarta-feira (28/09), a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB recebeu uma visita de cortesia de representantes da Federação Nacional dos Servidores do Poder Judiciário nos Estados – Fenajud. O presidente da CSPB, João Domingos Gomes dos Santos, recepcionou o Coordenador Regional Centro-Oeste da Fenajud, Leonardo Barros Lacerda acompanhado do Assessor Jurídico da entidade, Dr. Arão Gabriel, oportunidade em que discutiram estratégias de atuação conjunta pelo resgate do protagonismo sindical e por uma agenda comum que vise a recuperação de direitos subtraídos durante os governos ultraliberais.
 
Com a possibilidade concreta de uma nova conjuntura política, em um período em que os espaços de poder já começam a ser disputados, as entidades se organizam para fortalecer seus mecanismos de intervenção em prol dos serviços públicos e da justiça social, pilares do bem-estar coletivo violentamente atacados após o golpe de 2016.
 
“Está em curso uma visível mudança no pêndulo do poder e as forças econômicas já começam a se aproximar da força política que detém mais chances de sagrar-se vitoriosa. A aproximação tardia tem um único objetivo: buscar apoio à manutenção, no máximo que puderem pleitear, a uma política econômica antagônica aos interesses coletivos e sociais tão severamente atacados com o forte lobby financeiro, político e midiático patrocinado por estes, sobretudo nos governos Temer e Bolsonaro. É preciso que o movimento sindical e as organizações sociais já estejam organizadas e preparadas para disputar esses espaços de diálogo e intervenção. A defesa da democracia dependia desta ampla aliança, por certo. Agora nos resta, com o resgate deste ambiente, recuperar o terreno perdido nestes longos anos de diálogo interrompido. Contar com  a parceria estratégica da Fenajud é um grande alento. A qualidade e o compromisso de seus quadros serão valiosos nessa desafiadora estratégia conjunta”, avalia Domingos.


Saiba mais: Presidente da CSPB reforça caráter plebiscitário das eleições 2022 e a urgência de ampliar representação no Legislativo

 
Também na ocasião da reunião, João Domingos pediu para os representantes da Fenajud para considerarem a viabilidade de uma futura filiação à Confederação Latino-Americana e do Caribe de Trabalhadores Estatais – CLATE. “A CSPB pretende expandir a filiação brasileira no âmbito da CLATE, espaço em que a CSPB ainda detém a exclusividade da representação sindical brasileira. Nós pretendemos abrir algumas filiações por setores estratégicos, entre eles o setor Judiciário. A Fenajud preenche os requisitos e o perfil que buscamos nesse valioso espaço de atuação internacional”, completou o presidente da CSPB.  
 
 

Secom/CSPB
 
.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)