Em reunião do FST, CSPB debate PL 5.552, Eleições 2022, Trabalhadores de APP e clima político no Congresso Nacional

15/06/2022 | 08:45



O secretário-geral da entidade, Lineu Mazano, representou a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil na reunião do Fórum Sindical dos Trabalhadores

 
Print da reunião virtual do Fórum Sindical dos Trabalhadores - FST

Nesta terça-feira (14/06) a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB participou de reunião do Fórum Sindical dos Trabalhadores – FST, com a finalidade de construir uma agenda comum entre as 22 Confederações do setor público e privado integrantes do coletivo sindical. O Secretário-Geral da CSPB, Lineu Mazano, participou da reunião virtual, oportunidade em que as lideranças sindicais debateram sobre 4 temas centrais:


- Eleições 2022;

- Projeto de Lei Nº 5.552/2019, que regulamenta o Art. 8º da Constituição Federal e dispõe sobre a organização sindical;

- Trabalhadores em APP;

- Clima político no Congresso Nacional



A reunião deliberou a importância de realizar um levantamento sobre as candidaturas parlamentares do campo trabalhista, tanto para o Congresso Nacional quanto para as Câmaras Estaduais, de modo a reunir esses representantes e a alinhar uma pauta mínima de interesse geral da classe trabalhadora do setor público e privado no âmbito do FST. Formou-se um consenso entre os participantes em torno de ampliar as articulações políticas em torno da aprovação do PL 5.552, de autoria do deputado Linconl Portela, que regulamenta o Art. 8º da Constituição Federal e dispõe sobre a organização sindical.

“O debate do processo eleitoral em curso jamais foi tão relevante. Os ataques incessantes ao arcabouço de leis de proteção ao trabalho e de inserção social jamais foram tão incisivos. Tal circunstância exige do movimento sindical uma preocupação redobrada em ampliar sua representação nos espaços de poder, especialmente no Poder Legislativo, aonde as Leis são discutidas e aonde o orçamento é definido. As principais ameaças aos trabalhadores do setor público e privado estão em discussão nesses espaços. É preciso assegurar votos aos nossos legítimos representantes para interrompermos essa agenda de retrocessos que nos atormenta e que afasta nosso país de um caminho seguro para seu progresso econômico e social”, avalia o Secretário-Geral  da CSPB, Lineu Mazano.


Saiba mais:


::Data Base: ‘É indispensável ampliar as correlação de forças no Congresso Nacional e nas Câmaras Legislativas’, afirma João Domingos::

::Dirigentes e apoiadores da CSPB se licenciam para concorrer a cargos legislativos nas Eleições 2022::
 


Secom/CSPB
 
.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)