Fenajud: Pressão surte efeito e Câmara adia votação do relatório da PEC 32

23/09/2021 | 08:28



Deputados da oposição apontam que base governista não conta com 308 votos para aprovação da matéria. Fenajud ressalta importância da pressão e continuidade do trabalho de corpo a corpo e nas redes sociais dos parlamentares





Nesta segunda e terça, 20 e 21 de setembro, servidores municipais, estaduais e federais promoveram uma grande mobilização objetivando derrotar a PEC 32/2020 na Câmara dos Deputados. A atividade contou com a participação da Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados), que esteve representada pelos coordenadores: Ana Carolina Lobo, Carolina Costa e Eduardo Couto. Delegações de sindicatos de base, como Serjusmig, Sintaj-BA, Sinjusc, Sindjud-PE, Sindjustiça-CE, Sinjus-MG e Serjal também se fizeram presentes.

O protesto teve início no Aeroporto Internacional de Brasília, ainda no fim da tarde desta segunda, onde representantes das entidades sindicais e os trabalhadores do funcionalismo recepcionavam os parlamentares que chegavam à capital com palavras de ordem, em protesto contra a PEC 32. Hoje, a mobilização retornou ao local, no início da manhã e deu continuidade ao trabalho. Logo a tarde ocorreu o trabalho de corpo a corpo nos gabinetes da Câmara dos Deputados.

A mobilização surtiu efeito: sem consenso sobre relatório, a comissão especial que analisa a reforma administrativa adiou as tratativas sobre o texto, com previsão para esta quarta (22) e quinta-feira (23). Porém, após intensa peregrinação nos gabinetes, os dirigentes ouviram de diversos deputados que o adiamento poderá ser levado até a próxima semana.

Essa é a terceira vez em que o relator, deputado Arthur Maia (DEM-BA) altera seu texto sobre a reforma administrativa em menos de um mês. Embora haja alguns poucos avanços, a Fenajud avalia a proposta como algo prejudicial e perverso, visto que, caso aprovada, ela irá prejudicar toda sociedade, com aumento da corrupção nos serviços públicos, como as “rachadinhas” que serão cada dia mais comuns, o aumento da indicação política para atividade-fim, a ineficiência na fiscalização, a redução e possível fim dos concursos, entre outros diversos prejuízos.

Clique AQUI e confira todas as fotos do ato no Aeroporto e na Câmara (Dias 20 e 21 de setembro)


Sem consenso     

                      

Muito se fala, nos gabinetes da oposição, que o Governo não conta com os 308 votos necessários para aprovação da matéria. Inclusive, Lira tem tentado costurar acordo com seus aliados para votação vitoriosa da PEC, no entanto, ainda não há consenso. Porém, há um alerta que precisa ser feito para os servidores e servidoras: o presidente da casa já sinalizou o desejo de levar a votação diretamente para o plenário.


Coletiva de imprensa


Ainda nesta tarde, partidos de oposição e centrais sindicais participaram de coletiva de imprensa, onde declararam posicionamento contrário à reforma administrativa. Segundo nota assinada pelo PT, PDT, PSB, PSOL, PCdoB, Rede, Solidariedade e PV, a proposta representa um “desmonte do Estado brasileiro”.

Eles dizem ainda que o texto, como está, “promove precarização do serviço público prestado à sociedade e das relações de trabalho na administração pública”, e que fecharam questão para votar contra a matéria caso ela vá para o Plenário.


Pressão precisa continuar


As mobilizações têm surtido efeito e continuarão no decorrer desta semana e na próxima, caso seja necessário. Está marcado para quarta-feira (22) um novo ato na Câmara, a partir das 14 horas no Anexo II da Casa.

A Fenajud ressalta a importância de continuar os trabalhos nas bases e em diferentes plataformas nas redes sociais. Já se verificou que as várias formas de manifestações tem desestruturado as articulações do governo e de sua base governista de aprovar a reforma ainda este mês.


Confira os canais para continuar a pressão:


https://napressao.org.br

contraapec32.com.br


#NÃOÀPEC32



Fonte: Federação Nacional dos Servidores do Poder Judiciário nos Estados - Fenajud

 
.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

Em vídeo, João Domingos Gomes dos Santos destaca papel indispensável dessas categorias, evidenciado, sobretudo, durante o enfrentamento heroico contra a pandemia coronavírus.