PEC 32 é novamente adiada, governo encontra dificuldades para aprovar o desmonte dos serviços públicos

21/09/2021 | 16:36



Lideranças sindicais do setor público seguem firmes na meta de derrotar a PEC 32 no Congresso Nacional

 
Coletiva de imprensa de líderes da Minoria e Oposição após reunião com Lira e relator da PEC 32


Nesta terça-feira (21/09) as organizações sindicais do setor público se superam e venceram mais uma importante batalha: a PEC 32 foi novamente adiada! A dificuldade em criar um substitutivo que agrade representações políticas que se se antagonizam com campo ideológico, mas que se unem contra o desmonte dos serviços essenciais ofertados pelo Estado, prova a fragilidade do texto até aqui apresentado, inoportuno para um país que precisa de mais investimentos em serviços públicos para superar a tragédia sanitária, econômica e social que o país atravessa.
 
                                       
Assista:





 
Dirigentes da CSPB em Brasília no combate à PEC 32 e em São Paulo atuando pela derrubada do PLC 26/2021, ambos projetos de destruição dos serviços públicos


O presidente da Casa, deputado federal Arthur Lira, insiste em tramitar uma proposta que, a cada dia, conquista mais opositores políticos e no conjunto da população. “O deputado que votar contra os servidores e os serviços públicos, estará cometendo um erro político inútil e irreparável. A PEC 32 será derrotada, sobrando aos seus apoiadores o ônus de terem seus nomes marcados à véspera do ano eleitoral. Quem votar, não volta!”, avaliam  as lideranças do movimento nacional.




Secom/CSPB com Imprensa NCST


 
.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

Em vídeo, João Domingos Gomes dos Santos destaca papel indispensável dessas categorias, evidenciado, sobretudo, durante o enfrentamento heroico contra a pandemia coronavírus.