Votação da PEC 32 é adiada para terça (21), governo sente a pressão das mobilizações

16/09/2021 | 12:26



Lideranças Sindicais do setor público celebram o adiamento da votação da PEC 32, demonstração de que o governo está inseguro quanto à aprovação da proposta





Nesta quinta-feira (16/09) as organizações sindicais do setor público celebraram o adiamento da apreciação com votação da PEC 32/2020, que retira a responsabilidade do Estado na prestação de serviços essenciais, a exemplo da Educação e Saúde. O recuo da base do governo acena para um esvaziamento do apoio à aprovação da “criminosa” Proposta de Emenda à Constituição que, caso seja aprovada na Comissão Especial, ainda precisa ser submetida à apreciação e votação no Plenário da Câmara dos Deputados.

Assista:





Na avaliação dos parlamentares que são contrários à aprovação da proposta e de lideranças do movimento, ainda que PEC 32/2020 consiga sua aprovação no plenário da Casa Legislativa, ela será analisada pelo Senado Federal (casa revisora), aonde há fortes indícios de que a matéria nem seja recebida, uma vez que o descontentamento dos senadores com o texto substitutivo está se ampliando, fruto da forte mobilização e articulação política das representações sindicais do setor público (saiba mais).

João Domingos alerta: “Se tirarem todos os dispositivos da PEC 32 e mantiverem o 'Artigo 37-A', a destruição dos serviços públicos está assegurada”. Assista:





Os líderes sindicais destacaram, no entanto, que é preciso aproveitar o bom momento político acumulado para derrotar definitivamente a proposta que tem por finalidade o fim dos serviços públicos brasileiros. As lutas devem seguir firmes até, ao menos, a próxima terça-feira (21/09), ocasião em que está prevista a votação da matéria na Comissão Especial.


QUEM VOTAR, NÃO VOLTA!




Secom/CSPB com Imprensa NCST
 
.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

Em vídeo, João Domingos Gomes dos Santos destaca papel indispensável dessas categorias, evidenciado, sobretudo, durante o enfrentamento heroico contra a pandemia coronavírus.