PEC 32: ‘Absurdos foram subtraídos, mas a luta continua’, João Domingos

27/05/2021 | 10:08


João Domingos Gomes dos Santos, presidente da CSPB


Após a aprovação da admissibilidade da PEC da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados (CCJC) por 39 a 26 votos (saiba mais), o presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB avalia que o governo não esperava perder apoio de parcela de sua base na comissão, “uma vitória do nosso empenho pela conscientização sobre os incalculáveis prejuízos da emenda”, disse.
 
João Domingos atribui a retirada de absurdos do texto da emenda ao permanente esforço dos trabalhadores do setor público em revelar os “gravíssimos” retrocessos da PEC 32/2020. O líder sindical revela, em vídeo, quais os novos passos no Congresso Nacional e orienta empenho para impedir a aprovação definitiva durante o período de pandemia. “Um crime nacional! Não é cristão você liquidar o serviço público em um momento em que ele se torna a única opção viável de salvar as vidas de milhões de pessoas”, avalia.
 

Assista as orientações do presidente da CSPB:

 
 
 


Secom/CSPB

 
.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

Em vídeo, João Domingos Gomes dos Santos destaca papel indispensável dessas categorias, evidenciado, sobretudo, durante o enfrentamento heroico contra a pandemia coronavírus.