fechar atenção

Busca não realizada!

Sua busca deve conter no mínimo 2 letras

Fernández: 'Um imposto sobre as grandes fortunas da região permitirá construir outra ordem'

25/08/2020 | 08:19




O Secretário de Estudos, Estatística e Pesquisa do CLATE, Horacio Fernández, fez uma análise dos impactos da pandemia na economia de nossa região. Nesta segunda parte da teleconferência, ele falou sobre a necessidade de garantir a universalização da renda “para homens e mulheres da região, desde que haja recursos para isso”. O dirigente da Associação dos Trabalhadores do Estado Argentino (ATE) especificou que “a questão é uma decisão política”.






Fernández referiu-se às imensas fortunas que existem na região e à necessidade de “pensar e percorrer enclaves de maior igualdade”, e só então “o pós-pandemia nos permitirá construir outro horizonte”.

Para citar um exemplo, o dirigente afirmou que “na Argentina, os 50 maiores têm mais recursos do que nossas reservas como país, e isso se repete em toda a nossa região”. “Com o que - destacou - um imposto sobre grandes fortunas nos permite pensar em outra ordem para enfrentar a pandemia”.

“A CEPAL propõe que cerca de seis por cento do PIB da região seja sonegado e que 3,7 por cento de renúncias fiscais sejam perdoadas”, informou Fernández sobre o cenário fiscal injusto em nossa região e os possíveis recursos para resolver a pós-pandemia.







Fonte: Confederação Latinoamericana e do Caribe de Trabalhadores Estatais - CLATE

 
.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

Em vídeo, João Domingos Gomes dos Santos destaca papel indispensável dessas categorias, evidenciado, sobretudo, durante o enfrentamento heroico contra a pandemia coronavírus.