fechar atenção

Busca não realizada!

Sua busca deve conter no mínimo 2 letras

CSPB participa de palestra promovida pela Frente Parlamentar de Educação

16/05/2018 | 14:23





O secretário executivo da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB, Luiz Gonzaga de Negreiros, prestigiou o ciclo de palestras “Educação em Debate 2018”, promovido pela Frente Parlamentar de Educação (FPE) em conjunto com a Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. Na ocasião foi distribuído material, em mídia digital, da série de nove palestras promovidas em 2017 pela frente, a Comissão de Educação e a TV Câmara.

O evento contou com a participação do Ministro da Educação, Rossieli Soares, além de especialistas e autoridades - em debates e apresentações - que discorreram sobre temas relevantes para o desenvolvimento da Educação brasileira.







“A educação é tema prioritário para qualquer nação que ambicione conciliar desenvolvimento econômico com justiça social. A história registra, sucessivamente, exemplos de sucesso resultantes da implementação de políticas públicas para ampliação do acesso e aprimoramento da educação;  para aumento progressivo dos investimentos do estado para o setor; para a valorização salarial  dos docentes; bem como para estímulos à pesquisa acadêmica como vetor do progresso científico. Debater o tema educação deve se tornar rotina nas esferas de poder e de decisão de modo a superar nossa brutal defasagem educacional frente aos países desenvolvidos. Que ações como essa sejam estimuladas de modo a diagnosticar problemas e apontar caminhos para a modernização da educação, sobretudo a pública, em nosso país. A superação do nosso arcaico sistema educacional só será  possível à partir da priorização de investimentos e incentivos para o setor”, avaliou Negreiros.










Fonte: Imprensa NCST com adaptações da Secom/CSPB

.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

24 de Maio: Presidente CSPB convoca filiadas e cerrarem fileiras em defesa da imediata redemocratização do país. Segue a íntegra do pronunciamento: