fechar atenção

Busca não realizada!

Sua busca deve conter no mínimo 2 letras

PR: Eleita nova diretoria do sindicato dos servidores municipais de Reserva

16/05/2018 | 07:29




Os servidores públicos municipais de Reserva elegeram, nesta segunda-feira (14), a nova diretoria do Sind Reserva – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Resera. Os novos diretores administrarão o sindicato pelos próximos 4 anos.

Realizada na sede do sindicato, a eleição contou com a presença do presidente da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais do Paraná - Fesmepar, Luiz Carlos Silva de Oliveira, que auxiliou nos trabalhos administrativos.

Com 82 votos a Chapa Única, “Sindicato Organizado, Quem Cobra Bem, Pode Pagar Melhor “, inicia o novo mandato em 13 de junho (2018) e administrará o sindicato na gestão 2018/2021.


DIRETORIA 2018 / 2021


Presidente –  Clailton Euclides de Araújo Lima

Vice- Presidente – Juliano Andrade

Secretário Geral –  Cláudio Jandrey Marques

Vice- Secretário –  André Silvio Zanon Ricardo

Tesoureira –  Joanita Ferreira da Costa

Vice- Tesoureira-  Simone de Oliveira Lemes da Cruz


CONSELHO FISCAL TITULARES


1ª Conselheira – Aline Roman

2ª Conselheira –  Izabel Regina Vieira Rocha

3ª Conselheira –  Edivana Cardoso


CONSELHO FISCAL SUPLENTES


1º Conselheiro Suplente –  José Aldair Marçal

2º Conselheiro Suplente –  Emerson Claylton Durante

3º Conselheiro Suplente -Delegado Federativo-  João Ayres de Mello Neto, Delegada Federativa 2ª Titular Delegado Federativo- Telma Viana da Cruz, Delegado Federativo 1º Suplente, Lilian Kosteski, José Neri Sultil

Delegado Federativo 2º Suplente.  Nelson de Jesus Plem Maciel

 



Fonte: Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais do Paraná - Fesmepar, com informações do Sind Reserva.
 

.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

24 de Maio: Presidente CSPB convoca filiadas e cerrarem fileiras em defesa da imediata redemocratização do país. Segue a íntegra do pronunciamento: