fechar atenção

Busca não realizada!

Sua busca deve conter no mínimo 2 letras

Sessão Solene de Abertura do 24º Congresso da CSPB conta com participação de várias autoridades

30/11/2017 | 15:06



Em sessão solene durante o 24º Congresso Nacional da CSPB “Hélio de Mello”, nesta quarta-feira (29), empossa oficialmente os membros eleitos para a nova Diretoria Nacional (Diretoria Executiva, Secretarias e Conselho Fiscal) , 2017/2022 da CSPB. O evento contou com a presença de autoridades, e representantes de entidades filiadas. A cerimônia realizada no Hotel Nacional, em Brasília, foi marcada por homenagens. O Presidente da Clate, Julio Fuentes, homenagou o presidente da CSPB, em nome da entidade internacional que João Domingos é vice-presidente.

O evento teve início com um vídeo emocionante, produzido pela Secom/CSPB, que mostrou toda a trajetória de lutas da CSPB. “Nosso maior desafio é ter uma entidade que coloque o movimento sindical no seu devido lugar, que se disponha a construir o Estado Social e Democrático de Direito e a não viver mais a reboque das decisões governamentais. O desafio está posto!”, destacou o presidente da CSPB, João Domingos Gomes dos Santos, reeleito para esta gestão.




O presidente Nova Central Sindical de Trabalhadores, José Calixto Ramos, comentou sobre a “reforma” trabalhista e a previdenciária: “Com o retrocesso que o atual governo está causando para nossa classe, ele quer apagar a história de anos de lutas.Vamos prosseguir mesmo. Entendo que temos mostrar nossa força, hoje neste evento estamos mostrando a nossa as ações por local de trabalho, com os Sindicatos liderando a resistência a fim de dificultar a aplicação da lei e preservar direitos e conquistas de acordos ou Convenções Coletivas”.

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP), também homenageou a confederação: “Parabéns,  presidente João Domingos pela garra e luta pela causa sindical. A CSPB é uma entidade que nunca deixou o funcionário público sozinho apesar de todas as dificuldades que vem passando”, ressaltou Lucena. Na oportunidade, o parlamentar informou que o Projeto de Lei (PL 7946/17), de sua autoria,  foi aprovado na Ctasp. O projeto cassa por 10 anos o CNPJ de empresas que utilizem de trabalho escravo.  

A representante das mulheres sindicalistas da CSPB, Terezinha de Castro, fez uma rápida participação mas de grande importância. Ela  reforçou a importância da participação da mulher no movimento sindical: “Não podemos deixar de salientar que a mulher ainda é apontada como a principal responsável pelos cuidados com os filhos e afazeres domésticos, porém mesmo com a jornada dupla as mulheres vêm participando mais ativamente para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada, e isso reflete na mudança e compreensão do homem sobre a postura frente ao papel da mulher no âmbito profissional e familiar”.

O senador Hélio José criticou a reforma da previdência e  pediu apoio da força dos funcionários públicos do Brasil e das centrais sindicais, para barrarem o projeto da reforma da previdência. Ele destacou: ”Os servidores têm sido alvo de ataques do Poder Executivo e da mídia”. Hélio José criticou os gastos do governo para fazer propaganda da reforma, que tramita na Câmara. Para ele, os milhões de reais de recursos públicos poderiam ser direcionados a propagandas educativas, mas que têm sido usado para alimentar um clima de desconfiança e de ódio da população contra os servidores públicos.





Continuando as participações no congresso o presidente da CSPB,  chamou para a mesa o senador Antônio Anastasia e frisou a importância dele para aprovação do o PL 3831/2015  e que abre outro patamar de diálogo entre os servidores e a administração pública. “Esperamos que daqui pra frente projetos que digam respeito aos servidores e ao serviço público sejam levados à mesa de negociação para que possamos opinar, discutir e aprofundar o debate com o governo antes mesmo de que essas propostas sejam encaminhadas ao Congresso”, aponta. No final o senador recebeu das mãos do presidente da CSPB, a  comenda “Machado de Assis”, a sua maior condecoração da confederação em reconhecimento pelo relevante trabalho parlamentar executado pelo senador, especialmente pela autoria do PLS 397/2015 que institui a negociação coletiva no setor público.




Finalizando a primeira noite do 24º Congresso da CSPB, Paulo Paim ressaltou a trajetória da CSPB na luta pelos direitos dos servidores públicos do Brasil e reafirmou seu compromisso com a CSPB e com  toda a classe trabalhadora. Paim denunciou, ainda, a atrocidade em tentarem aprovar a Reforma da Previdência e os ataques golpistas aos trabalhadores com a Reforma Trabalhista e a portaria que escancara as portas para o trabalho escravo. Para Paim, o nível é tão baixo que até mesmo os idealizadores da Reforma começaram a recuar. “Escreveram tanta bobagem que começaram a voltar atrás e a falar em flexibilização. Eu não quero flexibilização, eu quero é que não passe, e se continuarmos mobilizados e deixarmos bem claro para cada deputado e senador que quem votar nessa maldita reforma da previdência nunca mais vai se eleger para cargo nenhum, podemos parar essa nova tentativa de golpe contra os trabalhadores”, afirmou.

Após a exibição de vídeos produzidos pela CSPB e pela Anfip, que denunciam a tentativa do Governo em mascarar as mazelas da Reforma da Previdência, além das “falsas informações”de que “os servidores públicos têm privilégios”. O presidente da CSPB encerrou a noite e agradeceu a participação de todos na Sessão Solene e reforçou que a luta continua e que conta com a força de todas as delegações. “A Confederação dos Servidores Públicos do Brasil tem a grande oportunidade de ser a protagonista de mais uma transformação dessa realidade realidade que tenta nos enfraquecer”, concluiu João Domingos.

Acesse o discurso de Posse do presidente da CSPB na íntegra:

http://www.cspb.org.br/fullnews.php?id=19921_discurso-de-posse-do-presidente-da-cspb-jo-o-domingos-gomes-durante-o-24-congresso-nacional.html

SECOM / CSPB

.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

24 de Maio: Presidente CSPB convoca filiadas e cerrarem fileiras em defesa da imediata redemocratização do país. Segue a íntegra do pronunciamento: