fechar atenção

Busca não realizada!

Sua busca deve conter no mínimo 2 letras

Regional da Feserp-MG em Belo Horizonte será inaugurada nesta sexta-feira.

26/03/2014 | 14:49


 
A FESERP-MG (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Minas Gerais), que já possui escritório em Juiz de Fora, inaugura nesta sexta-feira (28 de março) sua sede em Belo Horizonte, em solenidade marcada para as 14h. O espaço, denominado Clodesmidt Riani (homenagem ao legendário sindicalista brasileiro), fica na Avenida Bernardo Vasconcelos, 1252, Bairro Cachoeirinha (próximo ao Minas Shopping) e possui, além do escritório, estrutura para servir de pousada para os sindicalistas do interior em viagem de trabalho à capital mineira.

“Estou bastante feliz e honrado. Graças a Deus já recebi muitas homenagens, mas essa é especial, principalmente porque sei que a Federação está no caminho certo e é uma entidade que faz o que prezei a minha vida toda, a defesa dos trabalhadores”, disse Riani. “É o mínimo que nós podemos fazer diante do muito que ele merece, pela sua história, sua vida e sua luta na defesa da classe trabalhadora. Além disso, queremos que o nome de Clodesmidt Riani seja cada vez mais divulgado, também em Belo Horizonte, para que as futuras gerações saibam o quanto ele foi importante para a História do Brasil”, rebateu o presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira.
 
Clodesmidt Riani, o homenageado, é mineiro de Rio Casca mas radicado em Juiz de Fora. Tem tem 93 anos e dedicou toda a sua vida à defesa dos direitos e das liberdades civis dos trabalhadores. Sua extensa militância sindical começou em 1949, em uma comissão de trabalhadores que discutiu os salários e benefícios das Empresas de Carris Urbano de Juiz de Fora. Em 1964, ano do Golpe Militar no Brasil, era presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias (CNTI), do Comando Geral dos Trabalhadores (CGT), do Comando Estadual dos Trabalhadores do Estado de Minas Gerais (CET), e membro- adjunto do Bureau Internacional do Trabalho (de Genebra-Suíça). E também deputado estadual, pelo PTB, desde 1954. Foi preso e torturado pelo Regime Militar e teve seus direitos políticos e sindicais cassados. Condenado pelo Conselho Permanente da Justiça Militar a uma pena de 17 anos de reclusão, em regime fechado, passou cinco anos e nove meses na cadeia. Com a abertura política, em 1979, retomou as atividades sindicais e políticas, retornando à Assembléia Legislativa de Minas, em 1982, com uma expressiva votação para deputado estadual.
Com a inauguração da sede em Belo Horizonte, a FESERP-MG dá mais um passo no processo de consolidação como uma das mais importantes federações representativas dos sindicatos de trabalhadores do país.

Conta hoje com 56 sindicatos filiados, em Aguanil,Alterosa, Araguari, Barroso, Buritizeiro, Camanducaia, Cambuquira, Campo Belo, Canápolis, Candeias, Carandaí, Carmo do Paranaíba, Carmo do Rio Claro, Cássia, Cataguases, Conceição do Rio Verde, Cristais, Cruzília, Dores do Indaiá, Esmeraldas, Guapé, Guaranésia,Guaxupé, Ijaci, Itabira, Itabirito, Itajubá, Juiz de Fora, Lavras, Leopoldina, Matias Barbosa, Monte Belo, Nepomuceno, Nova Serrana, Oliveira, Pará de Minas, Paracatu, Patrocínio, Pirapora, Pitangui, Ponte Nova, Ribeirão das Neves, Rio Casca, Rio Pomba, Santa Vitória, Santana do Jacaré, São João Nepomuceno, São Lourenço, São Sebastião do Paraíso, Senador Modestino Gonçalves, Serrania, Teófilo Otoni, Três Corações, Uberlândia, Varginha e Várzea da Palma.

Fonte: FESERP-MG
 

.

Preencha o campo abaixo para receber todas as nossas notícias e informações diretamente no seu email! ;-)

João Domingos alerta que governo, ao "retirar" servidores municipais e estaduais da "reforma" da Previdência, pretende desmobilizar as manifestações contra a extensa agenda de retrocessos e jogar a conta da para governadores e prefeitos.